Skip to content

Doença Diverticular dos Cólons: você conhece?

Você já ouviu falar em doença diverticular dos cólons? Para compreender o que é esta doença, o primeiro passo é ter em mente que não estamos tratando das conhecidas diverticulose e diverticulite, condições que são frequentemente confundidas pelos pacientes ao receberem o diagnóstico.

A doença diverticular dos cólons, em geral, acomete pessoas com mais de 50 anos de idade, mas para identificá-la é preciso estar atento porque nem sempre os sintomas aparecem. Para esses casos assintomáticos, ela é descoberta apenas pelo exame de rastreamento do câncer colorretal, o que reforça a preocupação dos especialistas para a importância da realização de exames preventivos, seguindo a indicação por idade determinada para cada tipo de doença, ou em momento anterior, caso haja suspeitas ou histórico familiar.

Por isso, a primeira forma de prevenção é, sem dúvida, a informação sobre o que é essa condição e, caso perceba algum sinal semelhante, procure imediatamente ajuda médica. Entenda aqui como identificar a doença diverticular dos cólons, seus principais fatores de risco e as formas de tratamento.

A doença diverticular dos cólons tem sintomas que podem ser facilmente confundidas com outras comorbidades. Em caso de dúvida, procure seu médico

Como podemos identificar a doença diverticular dos cólons?

A principal forma de identificação da doença diverticular dos cólons é a partir dos sintomas apresentados, sendo eles: dor abdominal, alterações no hábito intestinal (diarreia e constipação), gases, sensação de evacuação incompleta, sangramento, dentre outros. Quando a doença se desenvolve de forma assintomática, somente é possível identificá-la por meio de exames preventivos, como o RX do intestino grosso e a colonoscopia, que também é indicado para o rastreamento do câncer de cólon, de pólipos e colites, e da síndrome do intestino irritável.

Quais são os fatores de risco da doença diverticular dos cólons?

Existem alguns fatores comumente associados ao surgimento da doença diverticular dos cólons. Conheça alguns deles:

– Pessoas acima dos 50 anos de idade;

– Alimentação pobre em fibras;

– Episódios frequentes de constipação intestinal ou fezes muito duras;

– Sedentarismo;

– Obesidade.

Como tratar a doença diverticular dos cólons?

Para os casos em que a doença diverticular dos cólons se manifesta de forma mais branda, ou seja, na fase em que ainda não ocorreu comprometimento da saúde, o tratamento normalmente é feito com base em uma dieta rica em fibras e sem a necessidade de hospitalização. Se a doença se apresentar com episódios de hemorragia diverticular, o sangramento requer medidas que garantam a estabilidade hemodinâmica, além de acompanhamento do quadro.

Já para os pacientes com diagnóstico de diverticulite dos cólons aguda, mas sem muitas complicações à saúde, o tratamento pode ser realizado com dieta, repouso, uso de analgésicos e antibióticos. No entanto, para os casos com maior comprometimento, com sintomas como distensão abdominal, febre, dor, enjoos, dentre outros, pode ser que o paciente precise de tratamento cirúrgico, mas somente uma minoria dos pacientes precisa ser submetida a esse tipo de tratamento invasivo.

Em alguns casos, o paciente com sintomas mais graves, precisam ser submetidos à cirurgia

Como prevenir a evolução da doença diverticular dos cólons para as formas mais graves?

A prevenção das complicações abrange, principalmente, a adoção de uma alimentação restritiva baseada em fibras, baixo teor de gorduras e aumento da atividade física diária. Para os pacientes sintomáticos, mas sem complicações, o tratamento inclui o uso de medicamentos analgésicos, antibióticos e a mudança nos hábitos alimentares, com a manutenção da dieta até que a inflamação seja completamente controlada.

Lembre-se: Prevenir é a melhor opção para viver com saúde e qualidade de vida. Portanto, tente manter um estilo de vida saudável, com uma alimentação balanceada e rica em fibras, além da prática regular de atividades físicas e o controle do peso. Dessa forma, você reduzirá as chances de desenvolver a doença diverticular dos cólons e também outras patologias que colocam em risco a sua saúde.

Política de Privacidade

Para garantir sua satisfação, a CCP criou uma Política de Privacidade, que esclarecemos abaixo. Qualquer dúvida, envie-nos um e-mail: [email protected]. A Política de Privacidade da CCP foi criada para demonstrar o seu compromisso com a privacidade e segurança de informações coletadas dos usuários de serviços interativos oferecidos no site da CCP.

1. Quais dados pessoais serão tratados pela CCP?
A CCP poderá coletar as informações inseridas ativamente por você, “usuário”, no momento do contato, através do preenchimento do formulário de contato ou pela newsletter e, ainda, informações coletadas automaticamente ao utilizar os nossos serviços. Há, assim, o tratamento de dois tipos de dados pessoais: (i) os fornecidos pelo próprio usuário e (ii) aqueles coletados automaticamente pela CCP.

1.1. Dados Pessoais Fornecidos pelo Usuário
A CCP coleta todos os dados pessoais inseridos ou encaminhados ativamente pelo usuário ao contatar em nosso site. São eles: Nome completo, sexo, e-mail, data de nascimento e endereço completo. Independentemente de quais dados pessoais o usuário fornece ativamente à CCP, nós apenas faremos uso daqueles efetivamente relevantes e necessários para o alcance das finalidades a ele declaradas na coleta dos dados.

1.2. Dados coletados automaticamente pela CCP
A CCP coleta uma série de informações de modo automático no site de interação com o usuário, tais como: características do dispositivo de acesso, do navegador, IP (com data e hora), origem do IP, informações sobre cliques, páginas acessadas, dentre outros. Para tal coleta, a CCP fará uso de algumas tecnologias padrões, como cookies, pixel tags, beacons e local shared objects, que são utilizadas com o propósito de melhorar a sua experiência de navegação em nosso site, de acordo com os seus hábitos e preferências.

1.3. Com quais finalidades a CCP tratará os seus dados?
Os dados pessoais tratados pela CCP têm como principais finalidades a possibilidade do usuário conhecer a oferta de produtos da CCP e o fornecimento de informações via formulário de contato.

2. Newsletter
A CCP armazenará dados como seu nome e e-mail. O objetivo é podermos fornecer a você, como usuário, informações mais relevantes e personalizadas sobre nossas novidades e atualizações sobre nossos produtos. Este tipo de dados é apagado de nossos registros uma vez por ano. No entanto, a empresa tem certas obrigações legais sob, por exemplo, exigências contábeis, impostos e leis do consumidor que podem exigir que retenhamos certas partes de suas informações pessoais.
A CCP tem o direito de enviar a você informações sobre as novidades de nossos produtos.
A assinatura é gratuita e pode ser encerrada a qualquer momento.


2.1. Compartilhamento de informações

A CCP não irá, sem o seu consentimento, passar nenhuma informação sobre o usuário a terceiros, a menos que seja exigido por lei.

3. O que são e como a CCP utiliza a tecnologia cookies?
Cookies são arquivos ou informações que podem ser armazenadas em seus dispositivos quando você visita o website da CCP. Geralmente, um cookie contém o nome do site que o originou, seu tempo de vida e um valor, que é gerado aleatoriamente.
A CCP utiliza cookies para facilitar o uso e melhor adaptar seu website e aplicações aos interesses e necessidades de seus usuários, bem como para auxiliar e melhorar sua estrutura e seus conteúdos. Os cookies também podem ser utilizados para acelerar suas atividades e experiências futuras em nossos serviços.
Por meio de cookies, o site armazena informações sobre as atividades do navegador, incluindo endereço IP e a página acessada. Esses registros de atividades (logs) serão utilizados apenas para fins estatísticos e de métricas dos serviços disponibilizados ou para a investigação de fraudes ou de alterações indevidas em seus sistemas e cadastros, não tendo como finalidade o fornecimento dos dados a terceiros sem autorização expressa do usuário.
Esses registros poderão compreender dados como o endereço de IP do usuário, as ações efetuadas no site, as páginas acessadas, as datas e horários de cada ação e de acesso a cada página do site, as informações sobre o dispositivo utilizado, versão de sistema operacional, navegador, dentre outros aplicativos instalados.

× Como posso te ajudar?