Skip to content

HPV e as patologias cervicais: entenda essa relação

O Papiloma Vírus Humano (HPV) é considerado o principal fator de risco para o desenvolvimento de lesões malignas e que podem evoluir para o câncer de colo do útero, segundo tipo mais comum da doença entre as brasileiras. Por isso, ações de conscientização da população sobre os cuidados preventivos para o combate a esse vírus são fundamentais. Dentre as medidas comportamentais orientadas por especialistas para a prevenção estão: o uso de preservativos durante todas as relações sexuais, a vacinação contra os subtipos de HPV e a realização periódica de exames ginecológicos.

Entenda o que é o HPV, como a infecção por esse vírus pode levar ao câncer do colo do útero e quais exames são capazes de indicar a presença do HPV no organismo.

Vacinação contra os subtipos de HPV e a realização periódica de exames ginecológicos são alguns dos métodos de prevenção

O que é o HPV?

O HPV consiste em um vírus de DNA, com alto potencial oncogênico, ou seja, responde por cerca de 98% dos casos de câncer do colo do útero. Esse tipo de câncer ocupa o segundo lugar em quantitativo de mortes entre a população feminina que vive no Brasil, sendo o HPV responsável por cerca de 15% de todas as infecções invasoras diagnosticadas em mulheres. Dentre os mais de 200 tipos diferentes de HPV, aproximadamente 40 provocam alguma infecção, dentre os quais 15 possuem potencial oncogênico.

Em quanto tempo a infecção pelo HPV pode levar a patologias cervicais?

A infecção por HPV pode se tornar uma doença crônica, com a evolução das lesões pré-cancerosas para o câncer do colo do útero. O ritmo de desenvolvimento da doença é lento, levando em média entre 15 a 20 anos para se tornar um câncer. No entanto, entre as mulheres com o sistema imunológico debilitado, o tempo de evolução cai para 5 a 10 anos.  

Fatores de risco para a evolução de o HPV desencadear o câncer do colo do útero  

  • Tipo de HPV adquirido;
  • Situação clínica da paciente;
  • Infecção simultânea por outras doenças por via sexual;
  • Transmissão vertical;
  • Tabagismo;
  • Iniciação sexual precoce;
  • Múltiplos parceiros sexuais.

Como ocorre o rastreamento do câncer do colo do útero?

É fundamental que todas as mulheres sejam submetidas a exames ginecológicos pelo menos uma vez ao ano, incluindo o Papanicolau e a testagem de sangue. Vale lembrar que o câncer do colo do útero pode ser prevenido com o diagnóstico precoce, uma vez que os tratamentos existentes apresentam elevado potencial de cura. Conheça os três tipos de testes de triagem existentes:  

  • Citologia convencional (PAP ou CC) e citologia em base-líquida (CBL);
  • Inspeção visual com ácido acético;
  • Teste de HPV para tipos específicos de vírus de alto risco.  

Fique alerta: A recomendação da Organização Pan-americana de Saúde (Opas) e a OMS alertam para a necessária realização de exames preventivos contra o câncer de colo do útero na faixa etária de 30 a 49 anos, em todos os países do mundo. No Brasil, o exame preventivo é indicado na rede pública para mulheres de 25 a 64 anos, que já tiveram atividade sexual, e a vacinação contra o HPV de meninas entre 9 e 14 anos e meninos de 11 a 14 anos, além de portadores de HIV e de pessoas transplantadas entre 9 e 26 anos de idade.

Política de Privacidade

Para garantir sua satisfação, a CCP criou uma Política de Privacidade, que esclarecemos abaixo. Qualquer dúvida, envie-nos um e-mail: [email protected]. A Política de Privacidade da CCP foi criada para demonstrar o seu compromisso com a privacidade e segurança de informações coletadas dos usuários de serviços interativos oferecidos no site da CCP.

1. Quais dados pessoais serão tratados pela CCP?
A CCP poderá coletar as informações inseridas ativamente por você, “usuário”, no momento do contato, através do preenchimento do formulário de contato ou pela newsletter e, ainda, informações coletadas automaticamente ao utilizar os nossos serviços. Há, assim, o tratamento de dois tipos de dados pessoais: (i) os fornecidos pelo próprio usuário e (ii) aqueles coletados automaticamente pela CCP.

1.1. Dados Pessoais Fornecidos pelo Usuário
A CCP coleta todos os dados pessoais inseridos ou encaminhados ativamente pelo usuário ao contatar em nosso site. São eles: Nome completo, sexo, e-mail, data de nascimento e endereço completo. Independentemente de quais dados pessoais o usuário fornece ativamente à CCP, nós apenas faremos uso daqueles efetivamente relevantes e necessários para o alcance das finalidades a ele declaradas na coleta dos dados.

1.2. Dados coletados automaticamente pela CCP
A CCP coleta uma série de informações de modo automático no site de interação com o usuário, tais como: características do dispositivo de acesso, do navegador, IP (com data e hora), origem do IP, informações sobre cliques, páginas acessadas, dentre outros. Para tal coleta, a CCP fará uso de algumas tecnologias padrões, como cookies, pixel tags, beacons e local shared objects, que são utilizadas com o propósito de melhorar a sua experiência de navegação em nosso site, de acordo com os seus hábitos e preferências.

1.3. Com quais finalidades a CCP tratará os seus dados?
Os dados pessoais tratados pela CCP têm como principais finalidades a possibilidade do usuário conhecer a oferta de produtos da CCP e o fornecimento de informações via formulário de contato.

2. Newsletter
A CCP armazenará dados como seu nome e e-mail. O objetivo é podermos fornecer a você, como usuário, informações mais relevantes e personalizadas sobre nossas novidades e atualizações sobre nossos produtos. Este tipo de dados é apagado de nossos registros uma vez por ano. No entanto, a empresa tem certas obrigações legais sob, por exemplo, exigências contábeis, impostos e leis do consumidor que podem exigir que retenhamos certas partes de suas informações pessoais.
A CCP tem o direito de enviar a você informações sobre as novidades de nossos produtos.
A assinatura é gratuita e pode ser encerrada a qualquer momento.


2.1. Compartilhamento de informações

A CCP não irá, sem o seu consentimento, passar nenhuma informação sobre o usuário a terceiros, a menos que seja exigido por lei.

3. O que são e como a CCP utiliza a tecnologia cookies?
Cookies são arquivos ou informações que podem ser armazenadas em seus dispositivos quando você visita o website da CCP. Geralmente, um cookie contém o nome do site que o originou, seu tempo de vida e um valor, que é gerado aleatoriamente.
A CCP utiliza cookies para facilitar o uso e melhor adaptar seu website e aplicações aos interesses e necessidades de seus usuários, bem como para auxiliar e melhorar sua estrutura e seus conteúdos. Os cookies também podem ser utilizados para acelerar suas atividades e experiências futuras em nossos serviços.
Por meio de cookies, o site armazena informações sobre as atividades do navegador, incluindo endereço IP e a página acessada. Esses registros de atividades (logs) serão utilizados apenas para fins estatísticos e de métricas dos serviços disponibilizados ou para a investigação de fraudes ou de alterações indevidas em seus sistemas e cadastros, não tendo como finalidade o fornecimento dos dados a terceiros sem autorização expressa do usuário.
Esses registros poderão compreender dados como o endereço de IP do usuário, as ações efetuadas no site, as páginas acessadas, as datas e horários de cada ação e de acesso a cada página do site, as informações sobre o dispositivo utilizado, versão de sistema operacional, navegador, dentre outros aplicativos instalados.

× Como posso te ajudar?